Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo Um texto breve sobre Areas Livres de Petroleo

Atuamos em rede!

Nós somos coordinadoras do Oilwatch Latinoamerica

Oilwatch é uma rede de resistência aos impactos negativos da indústria de petróleo e gás nas pessoas e em seu meio ambiente.

Colaboramos com

O Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Socioambiental – FMCJS – é uma articulação de Entidades, Pastorais e Movimentos Sociais que atuam em rede para gerar consciência crítica e enfrentamento em relação a tudo que causa o aquecimento da Terra e vai tornando mais perigosas as mudanças climáticas, de modo especial para os povos, comunidades e pessoas que as sociedades capitalistas jogam na marginalização e na miséria.

Revista Nem Um Poço a Mais

Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais Revista Nem Um Poço a Mais

Seminário Nem Um Poço a Mais

Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais Seminário Nem Um Poço a Mais

Agentes comunitári@s para a Transição Energética

Agentes comunitári@s para a Transição Energética Agentes comunitári@s para a Transição Energética Agentes comunitári@s para a Transição Energética Agentes comunitári@s para a Transição Energética Agentes comunitári@s para a Transição Energética Agentes comunitári@s para a Transição Energética Agentes comunitári@s para a Transição Energética Agentes comunitári@s para a Transição Energética

PETROCORPO – Performance corporaliza a dor da exploração petrolífera

Petrocorpo é uma vídeoperformance idealizado pelo grupo Corpocêntrica que corporaliza a dor e os impactos sentidos na vida das águas por consequência da exploração desenfreada do petróleo e do descarte irregular de seus produtos.

As performers deixam fluir por seus corpos a dor em torno do petróleo. As energias despejadas no planeta com o lixo petrolífero reverberam em todos os seres. Os produtos derivados do petróleo estão por toda parte.

Quais possibilidades temos para o futuro?

“Precisamos parar a Shell”

A Shell é uma das maiores petroleiras do mundo. Explora petróleo e gás há mais de um século, e segue se expandindo. Por onde se instala, em terra ou no mar, deixa um rastro histórico de destruição social e crimes ambientais.
Pensando nisso, o curta metragem produzido pela ONG MilieuDefensie em parceria com a campanha Nem Um Poço a Mais levanta questões sobre a atuação da Shell no Brasil e seus impactos junto às comunidades tradicionais, que sobrevivem em regiões onde a empresa extrai ou transporta petróleo.

Fora ExxonMobil!

Mais de 100 organizações do Brasil e do exterior assinam a carta contra o licenciamento para exploração de petróleo da ExxonMobil em Sergipe-Alagoas.
A empresa tenta emplacar um mega projeto na bacia de Sergipe-Alagoas ignorando a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Na manifestação pública, as comunidades e entidades também denunciam as fragilidades do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) do empreendimento que deixou de fora comunidades da área de influência do projeto.

Lançamento do livro “Frontera Hidrocarburífera”

Em julho de 2021 foi lançado o livro “Frontera hidrocarburífera: Expansión y violaciones de derechos en Sudamérica”.

Um trabalho coordenado por Milson Betancourt, que nas palavras de Esperanza Martínez, reconhecida ativista ambiental no Equador, “leva-nos em uma excursão muito representativa da América do Sul. Direitos humanos, resistência, naturezas, devastação, expropriação, doentes, mortes, são imagens que o percorrem como num filme de terror, nas suas descrições dos impactos do petróleo nesta região.”

Campanha Mar de Luta é lançada por justiça ao óleo nas praias

No dia 30 de agosto de 2021, completam-se 2 anos do aparecimento das primeiras manchas de petróleo no litoral da Paraíba, em 2019, e em mais 11 estados naquele ano. O que configurou um dos maiores crimes ambientais já ocorridos no Brasil. Apesar da dimensão do acidente e do tempo decorrido, continuamos sem respostas sobre o que verdadeiramente aconteceu.

A Campanha Mar de Luta quer dar voz aos povos das águas, saber respostas e reivindicar justiça social aos pescadores e pescadoras artesanais.

É só reciclar? Expostos enganos comuns relacionados ao plástico

Separar o lixo para reciclagem não resolve o problema do plástico. A campanha Julho Sem Plástico acabou de passar, mas é importante que o debate sobre o plástico se faça presente o ano inteiro. Em análise feita por Barbara Unmüßig e repercutida pela Fundação Heinrich Boll (FHB) Brasil, 5 enganos comuns relacionados ao plástico são desvendados e expostos.

Se você ainda não viu, confira aqui também o Atlas do Plástico lançado pela FHB Brasil no ano passado.

Resistência por Mar Livre de Petroleiras na Argentina cresce

No último ano, petroleiras tentam começar a expansão para a exploração offshore no mar Argentino. Todos sabem que a exploração petroleira precisa acabar, ninguém duvida dos riscos e consequências destas atividades, mas as empresas insistem em querer continuar expandindo.

O Mar del Plata diz não às petroleiras! Confira as mobilizações locais que ocorreram na região em agosto para garantir que o petróleo continue em paz debaixo do subsolo.

Receita de cosméticos naturais

Você já refletiu sobre os cosméticos que usa no seu dia-a-dia? A maioria dos cosméticos encontrados no mercado tem petróleo em sua composição. Nessa cartilha, trazemos receitas com ingredientes naturais para que você possa fazer seu próprio cosmético em casa.

%d blogueiros gostam disto: