Rodas On Line – Territórios em Tempos de COVID-19

O avanço da pandemia do Covid 19 no Espírito Santo é extremamente grave.

Em Maio já são mais de 302 mortes, principalmente o povo pobre das periferias urbanas. Agora o vírus se expande para as cidades pequenas, e já atinge povos tradicionais. Por onde passa, a pandemia deixa um rastro de morte, destrói famílias e assola comunidades. E, pior, ainda não atingiu seu pico de contaminação.

A situação se agrava porque o presidente Bolsonaro é um genocida. Por um lado, desdenha das mortes e dos lutos das famílias, apóia as “carreatas da morte” e incentiva as pessoas a se contaminarem. Por outro, retarda os 600 reais da renda mínima, obrigando os mais pobres a se contaminarem nas filas da Caixa Econômica Federal. Quer acabar com a pandemia por decreto, para parar de pagar o quanto antes. Bolsonaro só pensa na reeleição. Diante das mortes ele diz: “E daí?” Se finge cristão, mas defende a tortura, a liberação das armas, o estupro. Bolsonaro e seus seguidores exalam ódio.

Ao mesmo tempo, contra o vírus e contra Bolsonaro, a sociedade brasileira e capixaba vem construindo por conta própria centenas de redes de solidariedade e cuidado. Em apoio a profissionais da saúde e ao SUS, às pessoas em situação de rua, aos idosos, às famílias e comunidades mais fragilizadas e empobrecidas. Contra o ódio, sempre apostamos no amor e no respeito às diferenças.

Estamos construindo espaços de diálogo com o objetivo de tratar de temas como:

  • A saúde, segurança alimentar e sanitária nas comunidades. Os riscos de contaminação e os cuidados. As redes comunitárias e intercomunitárias de apoio e solidariedade.
  • A situação nas escolas, postos de saúde e hospitais da região. Agentes de saúde. A situação das mulheres, dos idosos e crianças.
  • O acesso às políticas de emergência do Estado: renda mínima, PAA, PNAE etc
  • E as empresas? Continuam operando nos territórios? Como estão atuando neste período? Novos impactos sobre as comunidades e a natureza?
  • O pós Covid 19: perspectivas, certezas, incertezas, medos, sonhos.

Nossa primeira roda foi com lideranças quilombolas do ES. Assista abaixo:

 

roda quilombola

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: